12 de maio de 2008

Quase sempre


Nem sempre todas as cores são azuis
Nem sempre todos os versos são livres e de prata
Nem sempre todo silêncio vale ouro
Nem sempre todo homem é feito de lata.


Quase todas as mães são felizes
Quase todo vapor embaça
Quase toda rocha fragmenta
Quase todo palhaço perdeu a graça.


Nem sempre quase tudo...Nem sempre quase nada. Quase nunca.

4 comentários:

Néfer Kroll disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Néfer Kroll disse...

Fiquei muito feliz quando li o teu comentário. Serve de motivo pra continuar... Talvez tu também sinta que às vezes ninguém lê o que tu escreve. Bem, eu gostei desse teu último post, até pq ando escrevendo sobre a vontade de ser mãe. Continuo a ler teu blog, continua lendo o meu :)

Antônio J. Xavier disse...

E... apesar que saber que é verdade... eu odeio essa vida e quases... e nem sempres...
bjs

Jumanji disse...

Adoreiiiii bb
coisa mais linda
tinha que ser feito por vc
=**